GERENCIADOR DE TRÁFEGO: QUAIS IMPOSTOS VOCÊ PAGA COM CNPJ?





Gestor de Tráfego: Conheça os Impostos que Você Paga com seu CNPJ

Introdução

Ser um gestor de tráfego requer conhecimento não apenas em marketing digital, mas também em questões financeiras, como os impostos que impactam o seu negócio. Neste vídeo, vamos detalhar cada imposto que você, gestor de tráfego, paga com seu CNPJ e mostrar como se preparar melhor financeiramente.

Impostos Pagos com CNPJ

Antes de explorarmos os impostos que você paga como gestor de tráfego com seu CNPJ, é importante destacar que atuar como pessoa física não é a melhor opção. Os impostos para quem não possui CNPJ são mais altos e limitam o crescimento do negócio.

Atuando como pessoa física, você paga seus impostos através do carnê leão, com alíquotas que podem chegar até 27,5% por mês. Abrir um CNPJ e escolher a tributação do Simples Nacional pode ser a melhor opção, iniciando com uma alíquota de 6% para um faturamento médio de R$ 15.000 por mês.

Com o CNPJ, você pode emitir nota fiscal e pagar menos impostos, além de contribuir com o INSS sobre seu salário como sócio, garantindo benefícios previdenciários. A economia gerada com o CNPJ pode ser reinvestida no negócio, ajudando-o a crescer ainda mais.

Lucro Presumido x Simples Nacional

À medida que o faturamento aumenta, o Simples Nacional pode perder suas vantagens devido ao aumento das alíquotas. Nesse caso, o lucro presumido pode ser uma opção mais interessante, com impostos fixos e pagos em guias separadas.

No lucro presumido, a carga tributária total varia entre 13,33% e 16,33%, incluindo a contribuição de 31% para o INSS sobre o seu salário. No entanto, para gestores de tráfego, o Simples Nacional ainda é geralmente a melhor escolha.

Planejamento Tributário

Realizar um planejamento tributário detalhado é essencial para pagar o mínimo de imposto possível, sempre dentro da legalidade. Na Contec, contabilidade especializada em gestores de tráfego, estamos prontos para ajudá-lo a analisar todas as opções e escolher a melhor alternativa para o seu negócio.

Se você precisa abrir um CNPJ ou fazer uma simulação para descobrir o regime tributário mais vantajoso, entre em contato com nossa equipe. Estamos aqui para ajudá-lo a crescer e prosperar financeiramente como gestor de tráfego.

Nosso atendimento é 100% humanizado, com suporte pelo WhatsApp e reuniões online. Venha conversar conosco e descubra como podemos agregar valor ao seu negócio. Deixe seu like, compartilhe com outros gestores de tráfego e inscreva-se no nosso canal para mais conteúdo como esse.


Gestor de tráfego: quais impostos você deve pagar com o CNPJ?

Impostos obrigatórios para gestores de tráfego com CNPJ

Se você é um gestor de tráfego digital e atua como pessoa jurídica, é importante entender quais são os impostos que devem ser pagos regularmente. Neste artigo, vamos abordar os principais tributos que um gestor de tráfego precisa considerar ao funcionar com CNPJ.

Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS)

O ISS é um tributo municipal que incide sobre a prestação de serviços. No caso do gestor de tráfego, esse imposto deve ser recolhido para a prefeitura da cidade onde a empresa está registrada. A alíquota varia de acordo com o município e o tipo de serviço prestado, e a responsabilidade pelo pagamento recai sobre o prestador de serviços.

Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ)

O IRPJ é um imposto federal que incide sobre o lucro das empresas. Para os gestores de tráfego com CNPJ, o imposto deve ser calculado com base no lucro real ou presumido da empresa. É importante manter a contabilidade em dia e cumprir as obrigações fiscais para evitar problemas com a Receita Federal.

Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

A COFINS é um tributo federal que incide sobre o faturamento das empresas. Os gestores de tráfego com CNPJ estão sujeitos ao recolhimento desse imposto, que deve ser pago mensalmente. A alíquota varia de acordo com a atividade econômica da empresa e pode impactar diretamente a margem de lucro do negócio.

Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)

A CSLL é um imposto federal que incide sobre o lucro das empresas. Assim como o IRPJ, os gestores de tráfego com CNPJ devem recolher esse tributo com base no lucro real ou presumido da empresa. A alíquota varia de acordo com o tipo de empresa e a forma de tributação escolhida.

Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)

Se o gestor de tráfego vende produtos ou serviços sujeitos ao ICMS, é importante recolher esse imposto estadual de forma correta. A alíquota varia de acordo com o estado onde a atividade é realizada, e a empresa deve estar regularizada para evitar problemas fiscais.

Dessa forma, os gestores de tráfego com CNPJ precisam estar atentos aos impostos que devem ser pagos regularmente para manter a empresa em conformidade com a legislação vigente. É essencial contar com o apoio de profissionais especializados em contabilidade para garantir o cumprimento das obrigações fiscais e evitar complicações futuras.

Gestor de Tráfego: Quais Impostos Você Paga com CNPJ?

No mundo do marketing digital, o gestor de tráfego é responsável por atrair visitantes qualificados para os sites e páginas de seus clientes. Com a demanda por esse profissional aumentando, é importante entender quais impostos você precisa pagar ao trabalhar como gestor de tráfego com seu CNPJ. Alguns dos impostos comuns incluem o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ), o Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e o Imposto sobre Serviços (ISS). Saber como lidar com essas obrigações fiscais é essencial para garantir a legalidade do seu negócio.

Impostos Específicos para Gestores de Tráfego

Além dos impostos gerais que empresas precisam pagar, gestores de tráfego também podem estar sujeitos a impostos específicos da categoria. Por exemplo, o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) é um tributo municipal que incide sobre serviços prestados por profissionais autônomos ou empresas. É importante verificar se a atividade de gestor de tráfego está sujeita ao ISS na sua cidade e calcular o valor devido corretamente. Outras taxas, como o PIS e COFINS, também podem ser aplicáveis dependendo do faturamento da empresa.

A Importância da Consultoria Tributária

Para garantir que você está cumprindo corretamente suas obrigações fiscais como gestor de tráfego, é recomendável buscar a orientação de um contador especializado em impostos para empresas digitais. Uma consultoria tributária irá ajudá-lo a entender quais impostos são devidos, como calcular corretamente as taxas e como se manter em conformidade com a legislação vigente. Ao investir em uma assessoria fiscal qualificada, você evita problemas com o fisco e garante a sustentabilidade do seu negócio no longo prazo.

Conclusão sobre Gestor de Tráfego: Quais Impostos Você Paga com CNPJ?

Ao atuar como gestor de tráfego com CNPJ, é fundamental compreender os impostos que você deve pagar e como lidar com suas obrigações fiscais. Manter a regularidade fiscal não só garante a legalidade do seu negócio, mas também contribui para a sua credibilidade no mercado. Por isso, buscar a orientação de um contador especializado e manter-se atualizado sobre as leis tributárias é essencial para o sucesso do seu empreendimento digital. Esteja sempre atento aos impostos específicos da sua categoria e mantenha sua empresa regularizada para evitar problemas futuros.

Fonte Consultada: Texto gerado a partir do Vídeo https://www.youtube.com/watch?v=GHMlAHxx7xc do Canal Acountech Contabilidade | Negócios Digitais .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima